domingo, 18 de abril de 2010

O destino do mesmo

Há um belíssimo filme de Ingmar Bergman no qual um casal de amigos se deita à cama, porém um deles (ou ambos) já são casados com outra pessoa há anos. A sutileza do fato é que ele se torna um ato de traição ao matrimônio justamente pelo fato de os dois irem para a cama e simplesmente dormirem. Sem mais, como fazem a maioria dos casais.
A arte às vezes diz mais que qualquer livro de psicologia ou sociologia, pena ela ter perdido tanto seu valor.
Num outro filme, Woody Allen, que sempre teve Bergman como um de seus favoritos, conta a história de um casal que já vai passando dos cinquenta e se vê obrigado a conhecer o parceiro e mais que isso, reconhecê-lo, uma vez que tendo o filho seguido a vida, eles percebem que aquilo que os unia se foi e é preciso retornar ao convívio mútuo há muito esquecido. É nesse momento que o casal entra em crise e o filme, tendo como pano de fundo um roteiro absurdo, porém divertidíssimo, aborda as relações de um casal cinquentão que atinge um momento onde o destino do mesmo é a separação ou a união. Ainda que diferente daquela estabelecida uns trinta anos antes, no entanto, mais madura e portanto, forte e bonita.
Só isso que eu tenho pra dizer nessa madrugada.
Boa noite!

sábado, 17 de abril de 2010

Hábitos e fobias...

Boa noite!

Tem sido difícil escrever por aqui. Estou trabalhando demais e até desenhar fica difícil, mas sempre que eu acho um tempinho, pego um pedaço de papel e rabisco algumas coisas.
Esse, por exemplo, eu fiz depois de uma aula com meus pequenos que não saiu muito bem.

















Esses dois eu fiz durante a interessantíssima aula de Introdução à Arquivologia. A aula tem bons momentos, mas às vezes só me restam os rabiscos.

Esse foi uma homenagem à minha namorada que sofre de Ictiofobia, mais conhecido como "medo de peixe" que pra mim é frescura.

















E esse é para vocês notarem o quão interessante estava a aula.











Depois eu volto com as tirinhas!

Abraços

Ouvindo "Eleanor Rigby" com Duofel.