terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Tiras em outro canto

Procurando as Tiras de 2ª?

Agora elas serão postadas no www.desegunda.com.br

Aproveite!

Abraços

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Egocentrando + Última Tira de 2ª



Agora é oficial! Essa é a 51ª e última Tira de 2ª!
Mas antes que os corações aflitos se apertem e alguns olhos se encham de lágrimas, que fique claro que é a última tira aqui nesse endereço.
Só preciso repostar todas as tirinhas no novo endereço e marcá-las cada uma de acordo com o tema. Além de criar uma identidade visual e essas coisas de publicidade.

Minhas aulas de desenho acabaram. Foi um ano e tanto e aprendi muita coisa naquelas sextas em que meus amigos imploravam para que eu os acompanhasse nos bares e eu dizia que tinha aula de desenho.
Apesar de perder bons porres e, diga-se de passagem, alguns encontros interessantes, as sextas na Quanta valeram a pena. Peguei muitas dicas e percebi que, na real, o segredo está em praticar. E isso em todos os sentidos e todos os campos. Óbvio, não? Eu sei...
Por isso que no novo site vou colocar mais coisas, mais produções, rascunhos, o que der na telha. Além da Tira de 2ª, me sugeriram de fazer umas tirinhas especiais sobre minha vivência nos EUA.

Quem sabe?

O ano vai acabando, meu aniversário vai chegando e a data de partir para a terra do Tio Sam também. O frio na barriga é natural e o exame de consciência vem com tudo nessas minhas tardes preguiçosas.

Comentem suas impressões!

Espero que tenham uma boa semana!

Ouvindo "Frank Sinatra" com Cake

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Sintomas da velhice...



É... Meu aniversário chegando... Preciso revisitar as resoluções de ano novo do ano passado e ver o que eu cumpri. Aproveito pra bater um lero com o Cayo de um ano atrás e mostrar pra ele o que mudou.

Essa foi minha 50ª tira de 2ª! Loucura, né?
Hoje fui ativar o site para poder estreá-lo, mas fiz alguma besteira e a estreia fica mais uma vez adiada. Acho que meu sobrinho de três anos deve saber mexer melhor nisso aqui do que eu!
Enfim! Boa semana a todos!

Ouvindo "Ilegais" com Vanessa da Mata.

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Clint e Cauby



E você esperando mais uma tira sobre minha vida amorosa, hein?

No encontro com Liniers, perguntaram por que ele não tinha personagens fixos e ele respondeu que não queria cair no mesmo erro do Quino que, ao desenhar só a Mafalda, entrou em crise por não conseguir tirar mais nada daqueles personagens que foram criados num contexto X e não sobreviveriam mais num contexto Y. Fiquei pensando nisso, sei lá.

Nesse final de semana fui ao show do Cauby Peixoto no SESC Pompéia. Foi um barato! O homem está mais pra lá do que pra cá, mas a voz continua nos trinques. A média de idade da platéia devia ser de uns 120 anos, mas foi muito bonito ao final todo mundo cantando "Conceição" em coro enquanto o mito cumprimentava as senhoras que lhe estendiam a mão.
Outra novidade é a mostra com a filmografia do Clint Eastwood que começa amanhã e vai até o fim do ano no CCBB de São Paulo. Vou aproveitar meu tempo livre para assistir aos filmes que ainda não vi. Uma pena que nem todos estão em 35mm, mas tudo bem.

É isso!

Um abraço e uma boa semana a todos!

Ouvindo Sinatra com "I've Got You Under My Skin"

terça-feira, 29 de novembro de 2011

Ex-namoradas na Rua Elm



Era pra ser uma tirinha sobre meu encontro com o Liniers na sexta passada, mas a ideia acabou empacando e dai saiu essa ai que eu já tinha pensado há um tempo atrás depois de dormir no meio dum filme de terror.
Talvez ainda desenhe sobre o encontro, enfim... Foi bem legal!

Hoje avisei no meu emprego que vou viajar no ano que vem. Aceitaram numa boa e pediram para eu manter segredo para os alunos, então, se você é meu aluno e está lendo isso, guarde para você e eu te dou um chocolate no último dia de aula!

Ah! A tira saiu atrasada justamente por causa da trabalho e da faculdade, mas no final tudo se encaminhou.

Essa é a 48º tira de 2ª e estou pensando seriamente em estrear o novo site com a 50ª, sei lá...
Um camarada me propôs um projeto bem legal e parece que vai ser engraçado. Faremos por diversão e vamos ver no que vai dar, certo, Sanzio?

É isso! Abraços e boa semana a todos!

Ouvindo Cat Power com "I Believe In You"

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

O que não dizer à uma mulher de TPM



Não sei se perceberam, mas ultimamente as tirinhas tem tido um assunto comum: relacionamentos. Quando digo "relacionamentos" não me limito a namoro, ficadas, aventuras e otras cositas mas e sim às relações que travamos diariamente com o mundo e as pessoas que nos cercam. Viver não é fácil, amadurecer não é fácil e como já diria Harvey Pekar "a vida comum é um baita negócio complexo..." por isso as tiras de 2ª vão sempre ter essa cara de "acho que isso a aconteceu comigo" porque com certeza já aconteceu mesmo e não é pretensão minha achar que entendo das coisas, mas justamente o contrário. Por não entender nada é que desenho uma ou outra coisa sempre tentando ver essas tragédias diárias de um jeito engraçado (eu tento).

O blog vai mudar para um outro endereço onde poderei além de postar as tradicionais tiras de 2ª, também colocar outros trabalhos (testes na verdade) que serão bem diferentes do meu convencional traço amador e quem sabe até uma "Tira de 5ª"?

A novidade é que no primeiro semestre do ano que vem, postarei de terras estrangeiras. Não sei como vai ser no começo pois vou ter que achar um escaner por lá, mas isso é o menor dos problemas. Vou fazer um intercâmbio pela faculdade e lá na terra do Tio Sam cursarei algumas matérias que relacionam cinema com História.

Tirei meu visto quinta passada, causo que rende algumas linhas pra contar, mas que ficam prum outro dia.

Passagens compradas, vacinas tomadas, tudo arranjado, só preciso fazer a barba e cortar o cabelo para parecer menos árabe. Como venho dizendo para os amigos mais próximos, a ficha não caiu ainda, sei lá... Nunca passei tanto tempo longe do Brasil, mas creio que vai ser tudo tranquilo. Há tempos que não moro com minha família então no quesito "independência" acho que consigo me virar.

Bom, com o tempo vou dando mais detalhes e imagino que até semana que vem o blog com as tirinhas já esteja em outro canto.

Já ia me esquecendo! Nessa sexta terei o prazer de assistir no SESC Pompéia à uma palestra do Liniers, grande cartunista argentino linkado nesse blog autor das tiras Macanudo! Quem não conhece, é bom conferir!

Abraços a todos e boa semana!

Ouvindo Novo Baianos com "Acabou Chorare"

segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Sobre como nós homens somos patéticos...



Acho que acabo de perder umas seis amigas...

Semana que vem farei um post em comemoração à 47ª tira, sendo assim, vou rever todo o processo criativo e começar uma coisa nova. Não deixarei de publicar a tira de 2ª, mas trarei coisas novas.
Há muito para acontecer e muito pra ser contado até o final do ano.

Abraços, bom feriado e boa semana curta!

Ouvindo "Up Around the Bend" com Creedence Clearwater Revival.

terça-feira, 8 de novembro de 2011

Um dia na vida de um homem...



O tempo passa, o tempo passa e nada passa.

Notícias quentes para depois do feriado.

Abraços e boa semana a todos.

Ouvindo "Ruby Tuesday" com os Rolling Stones.

segunda-feira, 31 de outubro de 2011

O que não fazer no primeiro encontro



Fiz essa tira baseando-me em relatos reais de amigas.

Primeiros encontros são sempre divertidos pois nunca sabemos no que vai dar apesar de termos tudo já meio que planejado na cabeça e creio que os minutos iniciais são sempre reveladores.

**

Descobri esses dias que minha amiga Vivian Carvalho está de blog novo. Inspirada, eu imagino, pela ideia de Julie Powell de preparar todas as receitas do livro de Julia Child em tantos dias, ela resolveu escutar e resenhar todos os discos do livro "1001 discos para ouvir antes de morrer" e da última vez que conferi faltavam 970 discos e 484 dias.
A ideia das receitas rendeu um filme da Norah Ephron que seria bem chatinho não fosse a atuação impecável da Meryl Streep. Quem sabe a Vivis não vai parar no cinema também?

Vale a pena conferir as opiniões no 1000eum com suas resenhas sempre bem escritas e geralmente uma palhinha de cada disco ao final de cada post.

Abraços e boa semana a todos!

Ouvindo "Façamos (Let's Do It)" com Chico Buarque e Elza Soares.

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Poesia ilustrada




Dia desses, enquanto eu me lamentava sobre a vida para uma amiga, ela virou e disse "Eu sei que pode parecer clichê, mas o melhor dos remédios é o tempo" ao que eu completei na minha mente com esse célebre poema do Mario Quintana que ouvi pela primeira vez de um professor quando tinha lá meus dezesseis anos.
No fundo, sou contra ilustrar poemas e ficava me perguntando se deveria fazer isso enquanto desenhava, afinal, poema é poema. Do mundo para a cabeça do autor, da cabeça do autor para o mundo, do mundo para nossas cabeças e nada mais cruel que ilustrar as belezas que podem surgir à mente de cada um que lê um poema, um conto, um romance.
"Mas posso fazer releitura?" perguntei-me ao finalizar o desenho posicionando-o no escaner.
"Acho que pode..." respondi pra mim mesmo.
E aí está minha releitura. Espero que gostem...

Abraços e boa semana!

Ouvindo "Qualquer Coisa" com Caetano.

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Bloqueio de cartunista


Isso já aconteceu antes. Aqui e aqui.

É tanta coisa pra falar, mas depois de um tempo desenhando e editando a tira no photoshop, me bate um cansaço e me faltam palavras. Não sei como colocá-las aqui de modo conciso e dai acabo deixando pra semana que vem. 
Bom, de qualquer maneira, o essencial é a tira. O que acharam dos trabalhos renegados?

Paris sempre em cena! Tenho certeza que quando for pra lá, vou achar tudo um saco. Diferentemente do Sr. Woody Allen que em filmes muito anteriores a "Meia Noite em Paris" já demonstrava seu fascínio pela "cidade luz" e pelos franceses, o que chega a ser até meio tosco, não? Aquele jeitão americano bobo de ser que olha tudo que vem fora da "América" com cara de "Nossa! Vocês são capazes disso?"
Enfim, para confirmar o que digo, é só assistir aos divertidos "Todos Dizem Eu Te Amo" (1996) e "Dirigindo no Escuro" (2002).

Por enquanto, estou satisfeito com o cartão-postal que receberei de uma amiga que vai pra lá mês que vem financiada por muito dinheiro público fruto dos nossos impostos! Dinheiro meu e seu, Brasil!
O mínimo que merecemos é um postal!

Um abraço e boa semana a todos!

Ouvindo "La Vie en Rose" com Louis Armstrong.

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Cantadas furadas que dão resultado



Ainda escrevo um livro (sob um pseudônimo, é claro) de como certas respostas e/ou cantadas resultam em saldos positivos por mais banais e infantis que possam parecer.
Essa tira eu pintei com guache na minha eterna busca por tentar fazer coisas diferentes. Lembrou-me de quando eu coloria com lápis de cor (ainda volto com eles) mas ainda não sabia tratar no photoshop.

Ainda não tive tempo de me dedicar ao site, mas em breve ele sai. Em breve também trago notícias boas sobre minha pessoa.

Abraços e boa semana.

Ouvindo "It Ain't Me Babe" com Bob Dylan.

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Sobre dúvidas e dores...



Certa vez ouvi numa aula que a raíz "cri" significa divisão ou separação. Dai a raíz da palavra "crivo" que divide ou mesmo "crítica" que divide, entre muitas aspas, o certo do errado ou o bom do ruim.

Seria "crise" parte desse grupo?

Quem nunca passou por uma crisezinha qualquer?
Um amor não correpondido, um chefe intragável, aquela falta de dinheiro na hora do aperto. Quem nunca se viu diante de uma crise? O mundo pode estar explodindo, mas nessa hora a crise é tudo para você e, com o perdão do verbo, foda-se o resto.
Se as crises também dividem, elas são responsáveis por verdadeiras passagens em nossas vidas. Verdadeiras divisões. São delas que saimos amadurecidos, fortalecidos e diferentes.
Não! Não! Não estou bancando o autor de auto-ajuda dizendo que as crises são boas para a superação e que essa sua crise banal só vai te ajudar a ser uma pessoa melhor! Não! Longe disso! Só pontuei o fato de que crises são sinônimo de mudança e a História está ai para não me deixar mentir. A questão é que se qualificarmos a mudança, cairemos no erro crítico (de novo) de achar que mudamos para melhor ou pior depois de uma crise quando na verdade a simples mudança não trará coisas boas ou ruins, mas sim novos ares, novas ideias e obviamente novas crises, pois o ser humano está em constante mudança e, portanto, constantemente em crise. Ou seria o contrário?
Agora pergunto aos meus amigos poliglotas: "cri" não é também sinônimo de "chorar" em francês? Aquele choro doído quase que um grito? Se for, tudo só faz mais sentido.

Choremos sobre nossas crises e brindemos à mudança!

Abraços e boa semana a todos!

Ouvindo "Futuros Amantes" do Chico.

terça-feira, 27 de setembro de 2011

Sobre dores e dúvidas...



Fiz essa com caneta e pincel com nanquim diluído em água.

Abraços e boa semana a todos!

Ouvindo "Canto triste" de Vinícius de Moraes na versão do Edu Lobo.

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Bossa nova em quadrinhos... [1]



Estava eu voltando pra casa de ônibus quando essa música começou a tocar nos meus ouvidos. Olhando pro nada da paisagem, comecei a imaginar as cenas e resolvi desenhá-las. Já havia tido essa ideia antes, mas para uma música bem mais "deprê" que talvez um dia eu desenhe também só que com um traço mais pesado.

Ja arranjei o domínio para o site e só preciso de um tempinho para ajeitar o layout e tudo o mais! Semana que vem talvez ele já esteja no ar.

Um abraço e boa semana a todos.

Ouvindo, é claro, "O pato" com João Gilberto.

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

A liberdade dos homens



Sem mais...

Boa semana a todos!

Ouvindo "Meu mundo é hoje" com Paulinho da Viola.

terça-feira, 6 de setembro de 2011

Não lava porque não quer...



Lavar roupas com a minha irmã tem rendido ótimas discussões.

Se perguntarem sobre o que são minhas tiras, vou ficar meio confuso em responder que são sobre o cotidiano. São e não são. Elas dependem do meu estado de espírito, da minha vontade de desenhar, do que está se passando em minha vida. Alguns assuntos são recorrentes, claro, mas basicamente vou desenhando o que me apetece. Por vezes saem coisas muito boas, às vezes coisas bem fraquinhas, mas imagino que seja assim com todo trabalho produzido periodicamente. 

Enfim, notícias em breve. 
Vou aproveitar o feriado para dar uma fugida de São Paulo.

Abraços e boa semana a todos!

terça-feira, 30 de agosto de 2011

Sobre despedidas, encontros e despedidas



E chegamos à trigésima quinta tira!
Algumas pessoas já me disseram que gostam mais das tiras que não tentam ser engraçadas, outras que só entendem as que são engraçadas. Eu ainda não atingi o nirvana da inspiração para o unir o engraçado ao não engraçado e agradar a todos, por isso vou desenhando o que vem à minha mente. Essa última tira, por exemplo, veio martelando na minha cabeça hoje quando voltava de um curso e subia as escadas do metrô. Aproveitei para reparar nas cores que usaria na tira e percebi que o metrô inteiro tem essa cor de "sei lá". Até as obras de arte expostas nas estações são envolvidas dessa cor e tornam-se só mais um objeto em meio à multidão. Sempre me intriguei com a capacidade que o metrô tem de promover o encontro e o desencontro - é o paradoxo da modernidade onde quanto mais pessoas, mais a possibilidade do encontro, mas ao mesmo tempo, menor a possibilidade. E achamos incrível quando as coincidências acontecem, justamente porque esquecemos das milhares de coincidências que deixaram de ocorrer para que aquela acontecesse.

De qualquer modo, o novo site já está saindo do papel. Só não saiu ainda porque tive um pequeno (e sério) problema com o UOL, mas que logo será solucionado. Fora isso é a correria de sempre: preparação de aulas para a criançada pentelha que não gostam de nada, provas, leituras, cursos, academia (acreditam?) e otras cositas más...

É isso! Tenham um ótima semana!

Ouvindo "Little Bit" com Lykke Li.

terça-feira, 23 de agosto de 2011

Sobre mulheres e a seleção natural...



Parece que não, mas deu um certo trabalho pra fazer essa tira. Acabei errando algumas coisas no original e tive que consertar tudo no photoshop, mas enfim, até que não ficou ruim.

Há tempos venho prometendo mudanças bombásticas aqui no blog, mas só fico na promessa. Dessa vez a coisa anda, só faltando alguns lances burocráticos para serem resolvidos.
O caso é que vou criar uma página voltada somente para as tirinhas e para outros projetos pessoais voltados para ilustração, sendo assim, se alguém quiser conhecer o "Cayo cartunista", vai poder me procurar por lá.
O Iudú continua, aliás, esse blog foi originalmente criado para textos e eu que inventei de começar a desenhar, mas recentemente bateu uma vontade doida de voltar a escrever e dai como não queria misturar as coisas, resolvi colocar os desenhos num lugar separado. Preciso inclusive contar a experiência de como as pessoas (garotas) reagem quando digo que "escrevo contos literários" ou quando digo que "desenho tirinhas".

Adivinhem qual soa mais interessante e portanto mais sensual?

Bom, quando tudo estiver pronto, eu explico melhor.

Agradeço as visitas de todos (inclusive os que não comentam, mas sei que estão ai)!

Um abraço e boa semana a todos!

Ouvindo "One Evening" com Feist.

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Universo paralelo?



Agora que me livrei dum leão, tenho minhas segundas relativamente livres e para não ficar morgando em casa o dia inteiro, invento umas desculpas para escapar pelo centro de São Paulo e ver as pessoas se matando de trabalhar enquanto posso caminhar sem nenhuma pressa pelas calçadas esburacadas.
Hoje tive de ir ao banco fazer um depósito e na volta resolvi parar num sebo no começo da Martins Fontes que sempre passo em frente, mas nunca dei uma chance. É um daqueles sebos desorganizados que cheiram a mofo onde você encontra o acervo amontoado em pilhas divididas por preços. Qual não foi minha surpresa ao achar alguns bons clássicos esquecidos no montante de livros de dois reais regado a romances açucarados.
Resolvi então gastar meus últimos quatro reais que me restavam até o final do mês comprando um livro do Charles Dickens (daqueles que sempre dizemos que vamos ler) e um do George Orwell em que o autor faz um duro retrato das condições de trabalho dos mineradores ingleses no final dos anos 1930.
O engraçado foi que o livro do Dickens estava sem preço, mas estava no monte dos livros de dois mangos.  Gelei ao imaginar que ele tinha sido colocado ali por engano. Cheguei no caixa, um cara gorducho e cabeludo mexia na calculadora. Cinco minutos depois, quando ele percebeu que tinha alguém ali, eu disse "Err... Esse livro tá sem preço mas tava no monte..." 
"É dois! É dois!" ele me interrompeu já colocando os livros na sacola.
"Maravilha!" pensei, paguei e voltei pra casa todo contente (como sou patético).

Resta saber se vou conseguir arranjar tempo para ler por prazer quando tenho tanta coisa pra ler por obrigação.

Enfim... Vamos ver!

Abraços e boa semana a todos!

Ouvindo Bob Dylan com "The Times They Are A-Changin'"

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Ponto negativo



Essa dedico aos meus tantos amigos professores que, tenho certeza, cuidam para não cometerem os mesmos erros que cometeram com eles...

Aliás, vocês conhecem outros clichês moralistas de professores?

Abraços e boa semana!

Ouvindo MGMT com "The Youth"

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Nirvana da inspiração



Estou me mudando de novo!
Essas coisas dão muito trabalho, mas tudo tem corrido bem, eu acho.

Essa semana faço um planejamento para uma nova rotina com alguns novos focos.

Semana que vem farei uma mudança bombástica no blog! Aguardem!


Ouvindo The Strokes com "Evening Sun"

terça-feira, 26 de julho de 2011

Acertos linguicíticos



Trigésima tira de segunda! Ae!

Estou ajeitando definitivamente os últimos trâmites da minha mudança, por isso o atraso da publicação da tira... (mentira)

Nesse último final de semana fui pra Curitiba! Uma verdadeira aventura que merece mais que uma tira! Aguardem!

Nada mais a declarar!

Ouvindo Pomplamoose com "Mr. Sandman" originalmente das Chordettes.

quarta-feira, 20 de julho de 2011

Histórias



Nossa! Nunca atrasei tanto numa tirinha...
Acho que por ter muito tempo livre, eu acabo sempre deixando pra daqui a pouco e dai imprevistos acontecem e as coisas se atrasam.

Em breve, vou lançar algumas novidades sobre o blog. Algumas coisas mais focadas! Vamos ver!

De qualquer modo, livrei-me de alguns pesos e estou mais tranquilo, no entanto percebi que quanto mais tempo tenho, mais fico comigo mesmo e mais fico pensando na vida. Dai dedico meu tempo livre a coisas mais importantes como ler, comer, ver fillmes, beber cerveja, desenhar, dormir, conhecer pessoas, brincar de lego, jogar conversa fora e assim vai até as férias acabarem...

É isso! Boa semana a todos!

Ouvindo "Sweet Disposition" com The Temper Trap.

terça-feira, 12 de julho de 2011

O sítio das coisas selvagens...



Não gosto de ficar explicando minhas tirinhas e tal pois acho que quando uma obra é colocada no mundo ela é do mundo e não mais do autor, mas enfim, essa eu fiz inspirado no Maurice Sendak, criador do livro "Onde Vivem os Monstros" que deu origem ao belo filme do Spike Jonze, mesmo diretor de "Quero Ser John Malkovich".

Gosto do livro e do filme por conta do universo infantil, afinal, ser criança é ainda estar livre do mundo repressor que nos cerca. Não é à toa que os modernistas do começo do século gostavam tanto das crianças com seus incríveis poderes de abstração. O poder de ver num traço toda uma história, toda uma aventura. O abstrato que faz sentido.

Enfim...

Ficam aqui os créditos do último quadrinho para meu amigo Rubens que sugeriu as cores.

Abraços e boa semana a todos!

Ouvindo "Heads Up" com Karen O and the Kids, trilha sonora do filme.

PS: "O Sítio das Coisas Selvagens" é como traduziram o filme em Portugal. Achei engraçado...

terça-feira, 5 de julho de 2011

Ciclo da Ressaca



Adivinhem como tive essa ideia!

A semana há de passar rápido!
Novidades moradísticas em breve...

Abraços e boa semana a todos!

Ouvindo "Drume Negrita" com Caetano.

segunda-feira, 27 de junho de 2011

Elas sim sabem o que fazem!



Essa fiz em São José dos Campos na companhia de meus amigos Lucas e Teté! Enquanto ela fechava os diários de suas dezenas de alunos, ele pensava nas melhores estratégias para ganhar a Terra Média em seu computador. Desse modo, nenhum dos dois me atrapalhou, apesar do apoio constante de ambos! =)

É isso! Boa semana fria a todos!

PS: Hoje me toquei de que nunca fui à Bahia...

Ouvindo "Acontece que eu sou baiano" com João Gilberto.

segunda-feira, 20 de junho de 2011

Cartoonist's block



É... Basicamente isso...

Boa semana a todos e bom feriado! AEEE!

Ouvindo "Living Proof" com Cat Power.

segunda-feira, 13 de junho de 2011

As árvores somos nozes



Essa tira fiz por jornal que vai sair no colégio em torno de toda essa polêmica que rolou por conta do tal livro didático que não passou de puro sensacionalismo da mídia.
O mais engraçado é ver a galera que pegou a história pela metade dizendo indignada "É um absurdo mesmo!"

Enfim, queria falar bastante aqui, mas estou cheio de coisas pra fazer!

Fica pra próxima!

Um abraço e boa semana a todos!

Ouvindo "Não é fácil" com Marisa Monte que fazia tempo que não ouvia...

PS: Sobre a polêmica do livro didático, fica a dica desse texto no blog do Luis Nassif compartilhado por uma amiga no facebook.

terça-feira, 7 de junho de 2011

Certas verdades sobre a vida de um homem...



Coloquei esse título bem chamativo para atrair visitas já que descobri que quando posto na terça, o movimento por aqui é menor. Enfim, fico feliz que várias pessoas de diferentes círculos sociais tem lido minhas tirinhas e gostado das mesmas.
Ando desenhando por puro prazer e como válvula de escape desse mundo tenso em que vivemos. Posto aqui aquilo que considero válido ser compartilhado com o mundo. Não que o mundo todo vá ver, mas são coisas que eu sei que várias pessoas se identificam por já terem passado por algo semelhante.
Em breve, terei mais tempo para desenhar e acho que as coisas vão melhorar.

Aliás, gostaria de parabenizar meus eternos amigos Lucas e Teté pelo casório. 
Espero que gostem do presente!

Um abraço a todos e uma ótima semana!

Ouvindo a doída "Let it die" com Feist.

segunda-feira, 30 de maio de 2011

Sem pegada


Chega o carnaval do ano que vem, mas não chega o feriado de Corpus Christi!

Que todos tenham uma boa semana!

Ouvindo a melhor versão de "Por Enquanto" com a Cássia Eller.

terça-feira, 24 de maio de 2011

Meio baixo



Mudei-me, mas tudo ainda está meio que fora do lugar. As ideias, inclusive? Não sei...

Abraços e boa semana a todos!

Ouvindo "The limit to your love" com Feist.

segunda-feira, 16 de maio de 2011

Mudando



Momento capturado pela minha mãe.

Pois bem... Essa foi minha vigésima tira!
Tem sido mais fácil desenhar e tratar as imagens no photoshop, mas ainda há muito o que aprimorar.

Estou realmente de mudança e achei que não ia dar tempo de desenhar a tira com esse monte de caixas e a final do Corinthians na cabeça, mas como sou um cara organizado (HÁ!) e o meu time perdeu, até que consegui! E a partir de terça não precisarei mais pegar vinte e seis conduções para ir ao trabalho, beber uma cerveja, ir ao cinema ou ir até a esquina.

Abraços e boa semana a todos! 

Ouvindo Amy com "Love is a losing game" na versão demo.

segunda-feira, 9 de maio de 2011

Gatão de meia-idade



"O gato Cooper (foto), de 5 anos, tornou-se um fotógrafo conhecido graças a um experimento de seus donos. Com uma câmera fotográfica, ajustada para disparar a cada 2 minutos, Cooper registra tudo o que vê durante o dia."

Fonte: Folha




Clique aqui para ver as fotos em que me baseei para fazer alguns dos desenhos.

Abraços e boa semana a todos!

Ouvindo "Menino do Rio" com João Gilberto.

segunda-feira, 2 de maio de 2011

Verdades sobre a vida...



AEE! Coringão na final do Paulistão!

Era só o que tinha pra falar! Sem filosofias para essa semana que será bem cheia!
A próxima trará mudanças...

Abraços e boa semana a todos!

Ouvindo "Raindrops Keep Falling On My Head" com B.J. Thomas.

terça-feira, 26 de abril de 2011

Hasta cuando?



Olá, galera!

Não tenho muito o que falar!
Como foi difícil voltar desse feriado...
Estou com uma tosse que não cura. Passei no médico e ele disse que ela logo vai embora... Sei...

Uma boa semana a todos!

Ouvindo Nat King Cole com "Quizas, Quizas, Quizas"

sexta-feira, 22 de abril de 2011

A vida real

Harvey Pekar ficou conhecido por transportar para os quadrinhos a sua vida que nada tinha de especial. Ele já beirava a meia-idade quando foi lançado o primeiro volume de "American Splendor" e como seu talento em desenho era quase nulo, seu velho amigo, Robert Crumb, resolveu lançar suas ideias para o papel desenhando Pekar em situações cotidianas pensadas ou vividas por ele mesmo. Como Crumb já era coqueluche do mundo underground nos anos setenta, não demorou muito para que outros cartunistas começassem a desenhar a vida desse anti-herói americano.




Achei uma foto dele na internet e resolvi reproduzí-la no papel. Ainda não tenho noção nenhuma de rosto, então fiz do jeito que meus olhos e minha mão mandaram.
Harvey Pekar morreu no meio do ano passado e lembro de ter ficado bastante chateado com a notícia. Um amigo veio contar quando eu saia do trabalho. Primeiro ele perguntou se eu sabia quem era o tal do Harvey Pekar porque ele sabia que eu gostava de quadrinhos e eu disse "Claro, mas você está pronunciando errado! O Pekar é com som de I e não É..." e ele disse "Bom, tanto faz, ele morreu!"
Quando comecei a desenhar as tiras, mostrei pruma amiga que fez Artes Plásticas e ela disse "Essas histórias cotidianas me lembram o Harvey Pekar, você conhece?" e eu todo sem graça disse que não. Como alguém quer começar a fazer quadrinhos e não sabe quem foi Harvey Pekar? 
"Não tem um filme sobre esse cara?" foi a única coisa que lembrei porque estranhamente, quase sempre quando voltava da escola nos idos anos do colégio, havia um cartaz de um filme bem estranho que cobria o vidro atrás do motorista e o cartaz sugeria algo sobre quadrinhos que se chamava alguma coisa parecida com "Anti-herói Americano". Lembrei disso quando ela falou.
"Esse mesmo!" ela disse "Já assistiu?"
Disse que não, mas que iria fazê-lo assim que chegasse em casa.
Enfim, tudo isso porque hoje de manhã acordei pensando nas coisas que fiz ultimamente e lembrei da frase clássica de Pekar "Ordinary life is pretty complex stuff" algo como "Vida comum é um negócio pra lá de complicado" e é a mais pura verdade. Quem nunca parou pra pensar que sua vida daria um ótimo filme? Ou uma história em quadrinhos? Mesmo coisas bobas, relacionamentos, decepções, conquistas e derrotas.
É a arte que imita a nossa vida, não? E como sabiamente me disseram ontem numa mesa "O bom dos filmes é que eles acabam, já na vida temos que enfrentar até o final."
Espero que Harvey Pekar tenha enfrentado numa boa. E espero que eu também consiga enfrentar.

Bom final de semana a todos!

Ouvindo "When You're Smiling" com Billie Holiday.

segunda-feira, 18 de abril de 2011

Medios de transporte



Essa fiz inspirado em três coisas: meu último post, meu ônibus que não chegava e, é claro, Liniers.

Uma ótima semana curta (GRAÇAS A DEUS!) a todos!

Ouvindo "Blue Rondo A La Turk" com Dave Brubeck Quartet.

...dica mais que bem dada do meu amigo e futuro ex-colega de quarto! Valeu, André!

sábado, 16 de abril de 2011

Pedindo passagem



Essa fiz nessa sexta num impossível momento de ócio.

E quem nunca quis ser levado pelas folhas do outono?

Bom final de semana a todos!


Ouvindo Bowie com "The Bewlay Brothers"

quinta-feira, 14 de abril de 2011

Sobre rezas e massacres...



Não queria entrar nessa discussão, mas não aguentei quando vi a abertura exagerada do Fantástico e a capa paranoica da Veja dessa semana.
Dá pra ver que a tragédia espetacular, imediata e surpreendente dá mais pano pra manga que a "tragédia endêmica", mas talvez o mais triste foi ver muitos de meus alunos bradando cegas bandeiras em favor de medidas punitivas mais severas como se essas fossem as reais soluções para tais problemas. 

Enfim, chega de dar uma de professor indignado.

Abraços e bom final de semana a todos.

Ouvindo "Troubled Waters" com Cat Power.

segunda-feira, 11 de abril de 2011

Dicas



Olá, pessoal!
Esteticamente, o resultado final da tira não ficou tão bom, mas acho que deu pro gasto.
Enfim, estou muito cansado para tratar a imagem com mais delicadeza e vou dormir com a consciência tranquila de que postei a "tira de segunda" na segunda!

Abraços e boa semana a todos! E que o feriado da páscoa chegue voando juntamente com o fim do semestre!

Ouvindo The Strokes com "You Only Live Once"

terça-feira, 5 de abril de 2011

Metalinguagem (ou) O Mito da Caverna



Atrasado, mas em dia!
Um dia posto a verdadeira ideia para a tirinha.

Hoje tirei um peso das costas, mas já ganhei alguns outros e percebi que tenho momentos otimistas e pessimistas durante a semana. Se em algumas horas eu sento num canto e digo "deixa rolar..." em outras, meu coração bate conformado dizendo "que merda!"
Deve ser a vida dizendo "Menino! Senta ali e descansa um pouco!"
Deve ser...

Um abraço e boa semana a todos!

 Ouvindo Feist com "Inside and Out"

domingo, 27 de março de 2011

Vênus?














Afinal, não adianta ser só bonita...

Pensei nessa depois de uma conversa com uma amiga e de praticar uns esboços em casa.
Não tem como negar que também me inspirei um bocado no Caco Galhardo e suas "gostosas".

Enfim, estamos estudando anatomia no curso de desenho e resolvi arriscar uns corpos por aqui (gostei muito das pernas). Ainda tem muito a melhorar, mas estou sentindo minha mão mais solta, o que é bom.

Uma boa semana a todos!

Ouvindo "The Boy From Ipanena" com Diana Krall.

terça-feira, 22 de março de 2011

Pequenas oportunidades













Minha primeira tira silenciosa. =)

Ora, por que a Tira de Segunda sempre sai na terça?
Acontece que minhas segundas estão longas e só consigo terminar de tratar a imagem de noite. E ainda assim bem porcamente, mas dá pro gasto.
O segundo semestre virá com novidades! Aguardem!

Abraços e boa semana a todos!

Ouvindo Johnny Cash com "It Ain't Me, Babe"

terça-feira, 15 de março de 2011

Primeiros bloqueios...













Mentira! As ideias pululam (adoro esse verbo) na minha cabeça!

O leão está voltando e está querendo me atacar todos os dias, mas hei de enfrentá-lo bravamente!
"Mantenha a calma e siga em frente" ou "Keep calm and carry on" foi o que o ministério britânico de Informação disse aos seus cidadão através de um cartaz em 1939 quando a Inglaterra entrou na Segunda Guerra pra valer. Poucos cartazes foram realmente divulgados na época, mas eles voltaram com tudo nos anos 2000 fazendo a alegria de canecas e camisetas pelo mundo.

Piegas ou não, será meu mantra até o final do semestre!

Além disso, as tirinhas do Allan Sieber começaram a ser publicadas diariamente na Folha, o que deixará meus dias mais alegres.

Um abraço e até!

Ouvindo "Green River" com CCR.

quarta-feira, 9 de março de 2011

Quando o amor começa

Sempre que sugiro o filme "ABC do Amor" para meus amigos, eles me olham com uma cara engraçada de "Eu ouvi direito?"
Ouviram sim, meus amigos e não se enganem com o título em português já que o original "Little Manhattan" remete a "Manhattan" um dos grandes clássicos do cinema dirigido por Woody Allen.
Além da referência do título, o filme é uma homenagem a todos os filmes de amor que nos fizeram verter lágrimas solitárias nos cinemas da vida ou nos sofás da "Sessão da Tarde", no entanto, todos os dramas dos amores não correspondidos, rejeição, conquistas e vitórias são transportados para a idade da inocência. E quem não gosta de relembrar o primeiro beijo, as primeiras investidas no amor e por consequência, as primeiras dores? É nesse clima que voltamos aos onze anos e vamos com Gabe na sua jornada apaixonada pelo amor de Rosemary Telesco. Com eles rimos e nos emocionamos e chegamos à conclusão de que em se tratando de amor, somos todos crianças apaixonadas lutando pelo afeto e contra a rejeição.
"ABC do Amor" não é só mais um filminho norte-americano para se assistir no domingo, mas sim um filme de gente grande com cara de criança recheado de referências a filmes como "A Primeira Noite de um Homem" (quando Gabe imagina Rosemary se casando com outro e grita desesperadamente tentanto impedir o ato) e a outros filmes de Woody Allen como o inesquecível "Noivo Neurótico, Noiva Nervosa" (na cena em que Gabe relembra os momentos bons que teve com Rosemary assim como Alvy Singer faz no filme de 1977).
Um daqueles filmes que você nem percebe que o tempo passou enquanto assistiu e não se importa em assistir de novo quando resolve mostrar aos amigos, ou seja, uma comédia romântica que vale a pena ser vista já que todos nós acabamos nos identificando com as mesmas angústias e alegrias.

Boa semana curta a todos!

Ouvindo "Love is here to stay" com a New York Philarmonica, trilha de "Manhattan"

terça-feira, 8 de março de 2011

Confissões de carnaval...



E não é que calhou de a tira do carnaval vir junto com o dia das mulheres?

Abraços e bom final de feriado a todos!

Ouvindo "One Track Mind" com Mayer Hawthorne.

terça-feira, 1 de março de 2011

Pequenas expectativas


Tira de segunda um pouco atrasada -tendo em vista o fato de que hoje São Paulo parou- feita com a ajuda do grande Leo Fanelli tanto no desenho quanto no photoshop.

Boa semana a todos!

Ouvindo Etta James com "I'd Rather Go Blind" no clima da tirinha.

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Tira de Segunda na Quinta?



Olá, amizades!
Não resisti e postei essa hoje mesmo! Espero que tenham gostado e espero realmente que não tenha ofendido nenhum amigo que faça uma dessas coisas (ou que goste de Jornada nas Estrelas).
Desenhei ontem e colori hoje e não tinha por que esperar até segunda uma vez que a ideia da próxima já está no meu forno cerebral.

Pois bem, mudando de assunto, mas ainda no mesmo tema, imaginem várias tirinhas sofisticadas com traços de rascunho sem nenhuma fala, mas expressando ideias como se os personagens gritassem.
Esse é o livro "Ordinário" do Rafael Sica.
Cenas urbanas, cotidianas e silenciosas traçadas num perturbador preto e branco. Perturbador e foda!


Um abraço e até segunda!

Ouvindo uma versão de "My Moon My Man" com a Feist.